No séc. 14 o rei D. João I determinou uma área na cidade do Porto em que todos os judeus deveriam morar. Seguindo exemplos de outras cidades na Europa, a região foi demarcada com muros altos e portões de acesso. O bairro seguiu com uma certa autonomia, era como uma cidade dentro da cidade, e com uma boa convivência entre judeus e cristãos. Esse período durou uns 100 anos, até a inquisição chegar na cidade… Veja nesse vídeo um passeio pelo bairro judeu do Porto e uma das incríveis vistas da cidade!