O seguro viagem é sempre uma preocupação, alguns afirmam que não tem necessidade de ter um e outros, como eu, não abrem mão de ter um seguro na hora de viajar. Nesse post vou comentar mais sobre a necessidade de um seguro viagem e indicar um que recomendo.


 

A maioria das pessoas que usam agência de turismo, pensam na segurança que terão na viagem. Pensam que com a agência tudo vai funcionar bem e que caso ocorra um problema elas estarão garantidas. Não é isso que te dá segurança! A verdade é que a agência de turismo coloca no pacote um seguro viagem, que muitas vezes eles ainda ganham comissão.

É importante que você entenda que é o seguro viagem que vai te dar a segurança que você espera, não a agência. Enquanto eles podem te dar algumas informações e apoio, é o seguro que realmente fará a diferença em caso de problemas. E sim, você pode viajar de forma independente e contratar um seguro para ter a mesma segurança dos pacotes das agências, muito mais barato e de acordo com o que você realmente precisa.

O seguro viagem ajuda a diminuir os impactos financeiros que podem acontecer durante uma viagem: acidentes, doenças, cancelamento do voo, perda da bagagem, terrorismo, roubo, evacuação de emergência. Cada viajante terá sua necessidade, depende da sua condição de saúde, o país para onde você vai, quantos dias vai ficar, o quanto da viagem já está pago, o valor dos objetos que você está levando para viagem e seu orçamento.

“E sim, você pode viajar de forma independente e contratar um seguro para ter a mesma segurança dos pacotes das agências…”

Para alguns o seguro é um ótimo negócio, para outros nem tanto. Quais são as chances de você utilizar o seguro? Você está disposto a correr riscos? Quanto vale sua paz de espírito? Você deve levar muitas coisas em consideração e principalmente entender as opções para tomar uma decisão correta.

Algumas Dicas:

O seguro viagem normalmente oferece 4 tipos de proteções principais: cancelamento ou interrupção da viagem, médica, bagagem e problemas com voos. O valor do seguro pode variar muito. Enquanto uma seguradora pode te cobrar alguns dólares por alguns dias de viagem, outras vão te cobrar centenas, pela mesma viagem e pelos menos tipos de cobertura.

Sempre verifique seu cartão de crédito. Alguns cartões, normalmente os de maior status, tem seguro viagem incluso. Quando você paga a viagem com esse cartão, ele permite que você contrate, gratuitamente, um seguro viagem. Sempre vale a pena verificar seus cartões antes de comprar a passagem, assim você terá uma informação melhor sobre que cartão usar para ter o seguro. Como é preciso solicitar o seguro do cartão, sempre entre em contato com a operadora para verificar a disponibilidade e solicitar a cobertura.

A idade faz diferença. A idade do viajante também pode causar impacto no preço do seguro, dependendo da seguradora, mas normalmente acima dos 50, 60 ou 70 anos o preço já pode ser mais caro. Por outro lado, muitas vezes para menores de 17 anos será mais barato e, em alguns casos, até gratuita.

“…você já entendeu que não tem um seguro melhor ou pior. Tem sim, o mais adequado para seu estilo de viagem…”

Entenda os termos do contrato. Veja o que está realmente coberto, se atende o país que você pretende visitar… Entenda as definições “parceiro de viagem” ou “família”. Pode ser que sua tia-avó não entre nessas definições quando estiver viajando com você.

Veja o valor de cada cobertura. É normal acharmos um seguro bem mais barato que outros e que incluem as mesmas proteções. Mas nesse momento é importante observar o valor máximo que o seguro pagará em cada uma. Normalmente seguros mais baratos vão pagar menos. Em alguns casos, esses valores pagos pelo seguro, cobrem muito pouco perto dos valores reais de um tratamento no exterior.

Muitos seguros tem carência. É importante verificar a carência de cada seguro e contratá-lo pensando nisso. Muita gente deixa para contratar o seguro no dia da viagem e descobre que ele só começa a valer depois de uma semana, por exemplo. Alguns tem mais, outros menos, mas a maioria tem carência. Verifique antes para não ser pego de surpresa.

Gestantes precisam estar atentas. Vários seguros dizem cobrir emergências médicas para gestantes, mas normalmente só até um certo mês de gravidez. Em muitos casos apenas até o sexto mês. Sempre verifique os detalhes da cobertura.

Logicamente essas são dicas gerais, existem muitos outros detalhes. É preciso verificar tudo dependendo do tipo de viagem, cada apólice pode ter uma particularidade. Leia tudo que inclui na proteção.

A essa altura você já entendeu que não tem um seguro melhor ou pior. Tem sim, o mais adequado para seu estilo de viagem, pessoas que vão te acompanhar e necessidades específicas.

Qual Seguro Usar?

Eu já escutei vários tipos de histórias sobre seguro viagem, infelizmente mais reclamações que elogios. Pessoas que não tiveram a cobertura esperada e outras que tiveram apoio total. E uma pergunta que sempre me fazem é qual o seguro viagem que eu recomendo.

Indicar um seguro viagem sempre foi uma coisa complicada pra mim. Eu gosto de indicar apenas os produtos e serviços que realmente eu testei. No caso do seguro, apesar de sempre fazer seguro para viajar, não era algo que eu gostaria de testar na prática, né?!

Pois bem, até que um dia eu precisei. Numa viagem para o Chile, eu e minha esposa resolvemos ir até a Cordilheira dos Andes, uma subida de quase 4000 metros. E minha esposa, que já estava um pouco gripada, voltou com uma forte dor de ouvido.

Não tivemos outra opção a não ser ir ao hospital em Santiago. Não era nada grave, mas exigia uma atenção, principalmente para diminuir a dor. Resumo: entre atendimento e medicamento, uma conta equivalente a 400 dólares.

“Eu sinceramente espero que você nunca precise usar o seguro viagem, mas se precisar, espero que tenha contratado um.”

Resolvi pagar os custos e pedir o reembolso para o seguro viagem quando chegasse em casa. Enviei todas as notas fiscais e receitas para eles. Num prazo de mais ou menos uma semana o reembolso já estava na minha conta e tudo estava resolvido.

Continuo contratando o mesmo seguro hoje em dia, mas não precisei acioná-lo novamente. Se precisar acredito que tudo será igual. Ninguém quer usar o seguro, mas pelo menos hoje eu posso recomendar um seguro viagem que eu não só utilizo, mas também já testei e tudo deu certo.

Bom, se você estiver procurando por um seguro viagem é esse que eu recomendo:

–> WorldNomads

Eu sinceramente espero que você nunca precise usar o seguro viagem, mas se precisar, espero que tenha contratado um.