fbpx

Praga: O Que Conhecer na Cidade Antiga

Praga: O Que Conhecer na Cidade Antiga

A bela capital da República Tcheca é conhecida como a cidade dos cem pináculos, isso se dá pelas várias torres góticas que compõem o seu horizonte. Além disso, há muito o que fazer em Praga, principalmente no Centro Histórico, chamado também como Cidade Antiga/Velha. Por isso, descubra o que conhecer em um roteiro por essa interessante região da capital tcheca.

Ponte Carlos IV

Comece o seu dia caminhando pela Ponte Carlos IV (Karlův most), que dá acesso a Cidade Antiga (Staré Město), o coração de Praga. Sobre o Rio Moldava, a ponte por si só já oferece uma verdadeira aula de história. 

Inaugurada em 1357, a ponte foi encomendada pelo rei que originou seu nome. Ao longo dos seus mais de 500 metros de comprimento, você encontra 30 estátuas de santos católicos, remanescentes da ocupação austríaca, responsável pela catequização do povo que era 90% protestante. 

Ainda na ponte você se depara com uma placa em homenagem a João Nepomuceno, um padre e santo do povo tcheco. Conta a história que esse padre sabia de todos os segredos da rainha. O Rei Carlos IV, intrigado com esse fato, ordenou o assassinato do padre, que teve seu corpo atirado no rio. 

Por outro lado, para um pouco de sorte, passe a mão pela imagem de João Nepomuceno e faça um pedido. Mas atenção, cada pessoa pode fazer apenas um único desejo! 

Klementinium

Saindo da Ponte Carlos IV e antes de chegar à Praça da Cidade Velha, você irá passar por Klementinium. É tido como o segundo maior complexo de prédios da cidade, atrás apenas do majestoso Castelo de Praga. 

- Anúncio -

Klementinium foi fundado no século 11. No entanto, após os jesuítas chegarem na cidade, no ano de 1556, iniciou-se uma reconstrução que duraria mais de 200 anos. Hoje o local abriga a Biblioteca Nacional, e é um dos prédios mais incríveis para você visitar. Inclusive, é considerada uma das mais lindas bibliotecas para conhecer ao redor do mundo.

Além da Biblioteca Nacional, uma ida ao Klementinium também conta com a visita à Torre Astronômica e à Capela dos Espelhos. Um tour guiado ao local é recomendado, mas atente-se, pois o idioma falado pelo guia será o inglês. 

Staré Město 

A Cidade Velha (Staré Město), conhecida também como Cidade Antiga, merece uma dedicação especial. Desde a construção da Câmara Municipal, no século 13, o local se tornou o centro de Praga. Atualmente, é o ponto de encontro de turistas e artistas de rua. Diversas ruazinhas direcionam para a praça principal. A pedida é passear por essa região sem pressa alguma, explorando os muitos atrativos que por lá estão. 

Bem ao centro da Praça da Cidade Velha (Staroměstské náměstí) está o memorial a Jan Hus, fundador da Igreja Hussita. Por ter iniciado um movimento religioso que ia contra as diretrizes da Igreja Católica, Jan Hus foi repudiado e queimado vivo.

Um fato interessante, é que, diferente da maioria das capitais europeias, Praga quase não sofreu com os bombardeios da Segunda Guerra Mundial. Então o que você vê por lá são amostras riquíssimas de construções super antigas nos mais variados estilos arquitetônicos: renascentista, barroco, gótico, art nouveau e rococó.

– Igreja São Nicolau

Entrando de fato na Staré Město, você se depara com a Praça da Cidade Velha, onde estão a maioria das construções importantes de Praga. A Igreja de São Nicolau estará à sua esquerda (vindo pela Ponte Carlos) e era considerada a principal igreja da Cidade Antiga.

Mas, acima de tudo, não confunda essa Igreja São Nicolau com a que fica na região de Malá Strana, que leva o mesmo nome. A que está localizada na Praça da Cidade Antiga é uma igreja barroca e gótica, que teve sua construção iniciada em 1732. 

No interior da igreja você observa uma riqueza de detalhes e decoração barroca. Além disso, funciona como palco para concertos da Orquestra Filarmônica Tcheca. Vale se programar. A Igreja abre de segunda-feira a sábado das 10h às 16h e aos domingos, das 12h às 16h.

– Igreja Nossa Senhora de Týn

Construída no século 14, a Igreja Nossa Senhora de Týn (Chrám Matky Boží před Týnem) é um dos símbolos de Praga. Já serviu como quartel general para os Hussitas e desde 1620 (dominação dos austríacos) voltou a ser Católica. 

Com um estilo gótico, a igreja é composta por duas torres pontudas que contribuem para o belo skyline único de Praga. Já na sua fachada você pode observar uma medalha de ouro da Virgem Maria, e, no ano de 2016, um cálice (símbolo dos Hussitas) foi colocado abaixo da medalha, como uma lembrança desse período.

A igreja abre de segunda à sexta das 10h às 12h e das 15h às 17h e aos domingos funciona das 10h às 12h. Ingressos não são cobrados, mas doações voluntárias são bem vindas. 

– Relógio Astronômico

Um grande sucesso entre os turistas, o Relógio Astronômico de Praga (Orloj) foi construído pelo relojoeiro Hanus em 1410. No entanto, decifrar as horas é um pouco complexo. Composto por dois grandes círculos, o de cima mostra, não só a posição do sol e da lua, mas também os signos do zodíaco do dia e do mês em questão. Já o círculo de baixo, é apenas o calendário do zodíaco de uma forma mais ilustrada. 

Cercado por simbologias, o acontecimento mais famoso do relógio é a apresentação dos 12 Apóstolos que saem das janelinhas na torre a cada hora, diariamente das 9h às 23h. Além deles, há estatuetas representando a Avareza, a Vaidade, a Morte e a Invasão Pagã. 

Por fim, uma lenda ronda a construção do Relógio Astronômico. Conta-se que após sua construção, Hanus, o relojoeiro, foi cegado. Dessa forma, não conseguiria reproduzir a obra em outro local. Como vingança, Hanus fez o relógio ficar parado por mais de 100 anos. 

Você pode subir na torre do relógio para conhecer o seu funcionamento por dentro. O acesso é pela entrada da antiga Câmara Municipal, ao lado da torre. Nesse local, você se depara com uma obra de arte rica em detalhes, que data de 1904. A obra, que conta a história de Praga ocupa do teto às paredes.

Vale ressaltar que o relógio é uma reconstrução, já que a torre foi um dos únicos monumentos totalmente destruídos durante a Segunda Guerra Mundial.

– As 27 cruzes

Ao lado da torre do relógio, desenhadas no chão, estão 27 cruzes brancas. Elas representam os 27 homens mortos pelos Habsburgos em uma rebelião causada por motivos religiosos, em 1621. 

Mais uma lenda circunda essa história de Praga, muitos acreditam que no dia 21 de junho (data das mortes), as almas, ou fantasmas desses 27 homens retornam na praça para verificarem como está tudo. Mas principalmente, para verem se o Relógio Astronômico está funcionando direitinho.

– Casas históricas na Praça da Cidade Velha

Além de todos os prédios históricos já comentados, quando você estiver passeando pela Cidade Velha, não deixe de reparar nas casas no entorno da praça principal. Muitas construções são tombadas pelo governo por possuírem importância histórica ou arquitetônica.

As casas são conhecidas por apelidos ou algum detalhe da sua arquitetura. Isso se dá por serem construções muito antigas, da época de quando ainda não existia o sistema de numeração. Algumas dessas casas são:

Casa do Sino de Pedra – essa construção no estilo medieval funciona atualmente como uma galeria de arte moderna e contemporânea. Atrás da casa, está a fachada da Igreja Nossa Senhora de Týn. E, localizado na esquina da casa, está o sino de pedra que dá nome ao local.

Palácio Kinský – A linda casa data do século 18 e fica ao lado da Casa do Sino de Pedra. Com a fachada nos tons branco e rosa e um estilo rococó, se destaca dos demais edifícios da Praça da Cidade Velha. O local, que é administrado desde a década de 1940 pela Galeria Nacional, já foi sede da escola de gramática alemã, na qual teve Franz Kafka como um de seus alunos. 

No seu interior, o foco está nos mais de 13 mil objetos da arte asiática e africana que estão expostos. Porém, ocorrem exposições temporárias de diferentes artistas e distintos movimentos artísticos. Você pode visitar de segunda-feira a domingo a partir das 9h.

Casa do Unicórnio Dourado – Nessa casa, Kafka frequentava um grupo literário.

Casa Storch – Também conhecida como a Casa da Madona de Pedra. No seu interior, está a pintura de São Venceslau a cavalo, do final do século 19.

– Torre da Pólvora

A Torre da Pólvora (Prašná brána) é uma das principais portas de entrada para a Cidade Velha desde o século 15. Em 1571 foi destruída por um incêndio e posteriormente, restaurada. Mas, foi durante o século 17 que a torre começou a ser usada para armazenar pólvora e daí surgiu o nome pelo qual é conhecida hoje. 

O estilo gótico da Torre da Pólvora traz símbolos que representam a hierarquia daquela época. Próximo ao solo há estátuas de dois artesãos, seguidos por reis tchecos mais acima, anjos e no topo, os santos.

– Casa Municipal

A combinação inusitada da gótica Torre da Pólvora ao lado do lindíssimo prédio da Casa Municipal (Obecní dům), no estilo art nouveau, resulta em um contraste muito belo. Nesse sentido, se você aprecia esses diferentes estilos de arquitetura, Praga é um dos melhores destinos para os admirar. 

A Casa Municipal foi construída no início do século 20, no auge do nacionalismo tcheco. Aliás, a independência do país e consequentemente criação da Tchecoslováquia, que aconteceu no ano de 1918, foi proclamada desse prédio.

Se você tem interesse em conhecer o interior da Casa Nacional, pode aproveitar e fazer um tour guiado ou simplesmente uma parada na cafeteria ou no restaurante que ficam lá dentro. 

– Cervejarias na Cidade Velha

A República Tcheca tem a tradição de produzir cerveja há muitos anos. Inclusive, pode-se afirmar que a cerveja já é algo cultural do país. Praga é conhecida por ser a capital que mais consome cerveja por número de habitante. E por isso, não é difícil de encontrar cervejarias históricas pela cidade.

A cervejaria U Zlatého Tygra – O Tigre de Ouro – fica no coração da Cidade Velha e é quase ponto obrigatório para quem curte a bebida. Não à toa, o local abre diariamente a partir das 15h, mas antes disso já é possível ver filas formadas por clientes sedentos.

Outra cervejaria super conhecida é a U Supa que tem sua inauguração no ano de 1431, sendo considerada a mais antiga cervejaria com pub da cidade. Essa cervejaria está localizada em uma das ruas mais famosas e antigas da Cidade Velha, a King Road.

Por fim, outra sugestão de cervejaria na região da Cidade Antiga é a U Kunstatu que produz e comercializa cervejas artesanais. Localizada no interior de uma edificação que data do ano de 1180 em um beco sem saída. Uma combinação perfeita entre tranquilidade em meio ao centro da cidade e um estilo boêmio típico de uma cervejaria.

Daniela Moreira
Daniela Moreira
Sou a Daniela e sou uma apaixonada por viagens! Viajo desde pequena, já morei fora duas vezes e hoje crio conteúdo relacionado a esse tema. Como sempre gostei do assunto e de planejar roteiros personalizados criei O Mapa da Viagem - onde relato as minhas experiências pelo mundo e também falo sobre outros destinos. Enquanto ainda precisamos ficar em casa, que possamos ao menos, sonhar com a nossa próxima viagem.

6 Passos Definitivos para Planejar a Viagem dos seus Sonhos

Receba GRATUITAMENTE esse guia completo. Descubra os segredos de viagem mais bem guardados e transforme seus sonhos em realidade.

Você Também Vai Gostar:

Deixe uma resposta

Avatar
Apesar de conhecer várias partes do mundo, a grande paixão do Daniel Ribeiro ainda é a Europa. Ele fundou o GoEuropa com a intenção de inspirar e ajudar mais pessoas a fazerem viagens incríveis, ensinando que gastar menos pode trazer as melhores e mais autênticas experiências no velho continente.
- Anúncio -

Rede Social

138,013FãsGostar
39,673SeguidoresSeguir
38,056InscritosInscrever

Mais Vistos

A Cidade Mágica de Oia em Santorini

Oia reflete o renascimento da ilha de Santorini (Thira). Depois de um grande terremoto em 1956 a cidade de Oia (i-a) foi reconstruída para ser uma das cidades gregas mais bonitas. E foi um trabalho muito bem feito! Oia fica na ponta da ilha de Santorini e a cidade é sensacional, principalmente durante o pôr do sol. Veja nesse vídeo o caminho para uma das vistas mais incríveis da cidade.

Porto Stories

Os melhores momentos dos vídeos que foram transmitidos pelo Instagram Stories durante minha última visita ao Porto em Portugal.

Praga: O Que Conhecer na Cidade Antiga

A bela capital da República Tcheca é conhecida como a cidade dos cem pináculos, isso se dá pelas várias torres góticas que compõem o seu horizonte. Além disso, há muito o que fazer em Praga, principalmente no Centro Histórico, chamado também como Cidade Antiga/Velha. Por isso, descubra o que conhecer em um roteiro por essa interessante região da capital tcheca.

Tour360: Descubra algo Grotesco no Esquecido Palácio do Nero em Roma

Nesse trecho do GoEuropa Tour360 de Roma, vou te apresentar uma atração pouco conhecida na cidade. Esse é o palácio esquecido do imperador Nero. Descubra a história desse incrível palácio nesse vídeo. E se prepare para ver algo grotesco!

Nice, Capital da Riviera Francesa

A riviera francesa é um lugar cheio de glamour, mas não é só isso que encontramos na região. Ingleses e russo colocaram essa região no mapa e até hoje a riviera está nos sonhos de muitos viajantes. Aqui nesse vídeo, enquanto a gente dá uma passeio pela orla de Nice, eu dou algumas dicas da região e da cidade que é a capital de Côte d'Azur.